Os funcionários do Principado estão trabalhando "a toda velocidade" para atingir este objetivo na fábrica de Salas e para facilitar a venda a outro investidor se a empresa francesa insistir em se livrar dela.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
O GOVERNO ASTURIANO PROCURA FÓRMULAS PARA GARANTIR EMPREGO NA FÁBRICA DANONE

O Governo do Principado está “trabalhando a toda velocidade” para garantir o emprego na fábrica da Danone em Salas com a continuidade da empresa ou com a compra e venda das instalações para “outro projeto empresarial para o futuro”, disse o chefe do Executivo asturiano, Adrián Barbón, na terça-feira.

Em uma entrevista com a TPA, Barbón salientou que, desde que a empresa francesa anunciou sua intenção de abandonar a produção em Salas, os Ministérios Regionais de Assuntos Rurais e Indústria, juntamente com a Câmara Municipal e o Comitê de Trabalho, têm trabalhado de forma coordenada “para encontrar uma saída”.

O objetivo, salientou Barbón, é “garantir o emprego em Salas” para que a atividade na fábrica possa continuar como a Danone ou, se a empresa “insiste em se livrar dela, pelo menos facilitando a compra e venda para outro projeto empresarial com futuro para a área”.

No entanto, o presidente do Principado salientou a necessidade de “garantir discrição” na busca de uma solução a fim de obter resultados.

ERE PARA 69 TRABALHADORES

A intenção da Danone é aplicar um programa de despedimentos para seus 69 trabalhadores e fechar as instalações antes do final do ano para transferir a produção para a França, embora esteja preparada para estudar uma transferência da fábrica para outro investidor.

A empresa justifica sua decisão por motivos de produção, citando a subutilização das instalações, altos custos de produção e uma queda nas vendas de produtos fabricados em Salas, tais como Danonino e creme de queijo e baunilha.

Recentemente, a administração da Danone concordou em estudar a possibilidade de vender as instalações a um investidor e se ofereceu para negociar aposentadorias antecipadas, indenizações e relocalizações para outras fábricas.

 

Traduzido com DeepL

O Ministro da Agricultura, Pecuária e Pesca da Nação, Julián Domínguez, realizou uma reunião bilateral com seu homólogo brasileiro, Marcos Montes Cordeiro.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER