Sabemos muito sobre leite, mas o que é que sabemos realmente? Tomamos por garantido o acesso aos produtos da nossa escolha no supermercado, mas muitas vezes não levamos as nossas preocupações à fonte das coisas.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Para uma vaca produzir leite é necessário que ela tenha atingido a maturidade necessária para engravidar e tenha dado à luz um bezerro, ou dois, se tivermos sorte!
Para uma vaca produzir leite é necessário que ela tenha atingido a maturidade necessária para engravidar e tenha dado à luz um bezerro, ou dois, se tivermos sorte!

Sabemos muito sobre leite, mas o que é que sabemos realmente? Tomamos por garantido o acesso aos produtos da nossa escolha no supermercado, mas muitas vezes não levamos as nossas preocupações à fonte das coisas.

Embora tenha havido um boom recente no desejo de saber, seja por causa de preocupações ambientais ou de bem-estar animal, nem todos têm ainda chegado às fontes correctas de informação, porque na primeira linha de pesquisa somos confrontados com uma miríade de artigos tendenciosos com pouca verdade e sem base científica.

O rigor da verdade não é muito bem divulgado, e talvez porque assumimos que é óbvio, não trabalhamos para o tornar mais evidente. O contrário acontece com a pós-verdade, que tem muita propaganda e onde a VERDADE, com todo o peso da sua definição, eu lhe devo isso; mas não importa de qualquer forma porque deixou todos enfeitiçados e com as suas emoções, geralmente negativas, à superfície, especialmente aqueles que por diferentes razões não cultivaram muito senso comum e pensamento crítico.

 

A origem primária do leite é no campo, onde os produtores de leite criam, criam e reproduzem as vacas, cuidam delas e também cultivam os seus alimentos.  Sim senhores, o leite vem das vacas, e não é uma ironia ou um passo de comédia para deixar claro, hoje em dia qualquer fluido vegetal é chamado leite.

Para uma vaca produzir leite é necessário que ela tenha atingido a maturidade necessária para engravidar e tenha dado à luz um bezerro, ou dois, se tivermos sorte! É também necessário que sejam alimentadas de acordo com cada etapa, que sejam confortáveis e felizes, caso contrário não produzem; é por isso que a exploração leiteira é uma das actividades pecuárias que não só aplica à letra as máximas de bem-estar animal, mas também acrescenta cada vez mais elementos de conforto: aquecimento por baixo do solo para os recém-nascidos, grandes ventiladores quando está quente, um chão macio e até raspadores: escovas gigantes que eles adoram, e um número infinito de comodidades.

A natureza dotou-nos de mamíferos fêmeas com a capacidade de produzir leite como primeiro alimento para as nossas crias. Mas será que depois deixamos os vitelos sem o seu alimento se lhes tirarmos o leite da mãe? Não. Uma vaca leiteira produz entre 22 e 35 litros em média por dia, durante pouco mais de 1 ano. O seu bezerro precisa de 6 a 7 litros de leite por dia durante apenas 2 meses.

 Ser ordenhado alivia-os, e de forma alguma os incomoda ou os prejudica
Ser ordenhado alivia-os, e de forma alguma os incomoda ou os prejudica

As vacas leiteiras são ordenhadas 2 vezes por dia ou mais, com sistemas mecânicos de extração que são colocados pelos operadores na sala de ordenho geralmente a cada 12 horas, ou em celas robotizadas que as vacas entram voluntariamente sempre que desejam e onde se pode observar que o fazem até 4 vezes em 1 dia. Ser ordenhado alivia-os, e de forma alguma os incomoda ou os prejudica. E sim, leu bem: robôs. Não tem ideia da tecnologia no terreno! Prometo falar-vos disso mais tarde.

O leite extraído é armazenado em tanques de refrigeração, de onde é recolhido diariamente pelos camiões que o levam para a indústria, e que também são refrigerados. A cadeia de frio é muito importante porque garante a salubridade do leite. Uma vez lá, o leite é analisado, classificado de acordo com a sua qualidade, pasteurizado, homogeneizado e embalado. Só depois de tudo isto é que o leite está a caminho do mercado onde o compramos. 

Não, o leite não sai do frigorífico. É necessário um longo e laborioso processo que começa com um bezerro recém-nascido que é cuidado e alimentado com amor, precisão e exactidão, até ter idade suficiente para engravidar e dar à luz pela primeira vez. 

O leite não é apenas o alimento mais completo alguma vez criado, é o resultado de um ciclo biológico perfeito que a humanidade aprendeu a interpretar, e interveio para sempre na modificação do nosso desenvolvimento cognitivo, esquelético e muscular. 

O leite é delicioso, é ancestral, é cultural e é saudável! 

Já bebeu o seu copo de leite hoje?

 

Valeria Guzmán Hamann

EDAIRYNEWS

Encontro acontece esta sexta-feira e conta com a presença do secretário de Estado da Agricultura, Rui Martinho.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER