Nesta segunda newsletter do Observatório do Consumidor (OC) serão apresentadas mais algumas funcionalidades dessa nova ferramenta que está constantemente monitorando a rede social Twitter em busca de postagens sobre leite e derivados.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Uma vez coletadas, essas postagens são analisadas quanto ao seu conteúdo sob diversos aspectos com a finalidade de gerar informações úteis para auxiliar os agentes do setor lácteo na tomada de decisões.
 
As informações oferecidas nesta newsletter referem-se às principais palavras que aparecem nos tweets sobre lácteos; revelando características mencionadas sobre os derivados do leite e; os principais acompanhamentos dos produtos lácteos citados nesta rede social.
A nuvem de palavras, conhecida também como word cloud, evidencia as palavras mais mencionadas nos tweets sobre leite e derivados no Brasil em março de 2022. Trata-se de um importante instrumento para avaliação dos hábitos de consumo, pois é possível captar e interpretar mensagens não verbalizadas em certos grupos de palavras.
 
Na Figura 1, observa-se muitos alimentos indulgentes, ou seja, aqueles alimentos saborosos que as pessoas escolhem consumir como compensação por algum esforço ou alguma dificuldade enfrentada. Ex: sorvete, picolé, leite condensado, brigadeiro, etc. Por se referir a um mês de altas temperaturas, produtos e palavras relacionadas com sensações mais refrescantes também se destacaram: sorvete, picolé, açaí, danoninho, toddynho, geladeira, gelado.
 
Já o conjunto de palavras “desempregados, preço, reais e caro” parecem estar relacionado com a reação dos consumidores com a alta dos preços dos lácteos no período analisado.

Quais são as características dos derivados lácteos mais mencionadas?

Com os dados do OC é possível identificar quais características de cada derivado lácteo ou do total de lácteos que despertam mais interesse dos internautas. No Twitter, as características mais citadas em março de 2022 foram: sabor, preço, cor, embalagem e textura.
 
A característica mais citada, ou seja o sabor, teve um total de 3691 menções. Como a análise de sentimento mostrou que a grande maioria desses tweets expressou um sentimento positivo, pode-se inferir que o sabor dos lácteos citados no Twitter tem sido apreciado pelos consumidores.
 
No entanto, quando se analisa individualmente cada produto, observa-se que a característica mais citada varia de acordo com o derivado lácteo selecionado. Para creme de leite, leite e bebidas lácteas, o atributo mais mencionado foi a embalagem. Para leite condensado e sorvete, foi o preço. Para a manteiga, a cor teve mais citações. Já para os queijos, a maturação foi o atributo mais citado. No caso do doce de leite e leite fermentado, o sabor apareceu mais vezes nos tweets. E, para o iogurte, a produção se destacou com o maior número de menções.
 
Isso evidencia que os consumidores estão atentos a diferentes atributos dos produtos lácteos, exatamente como os estudos de tendências indicam. Ou seja, os consumidores, hoje, querem entender tudo o que está por trás do alimento consumido. Além de um alimento saudável e nutritivo, querem saber como foi produzido, eles estão informados sobre as variações de preços e com isso, estão cada vez mais exigentes.

Como os lácteos são consumidos?

Para tentar entender um pouco sobre os hábitos de consumo de lácteos no Brasil, o OC avaliou quais alimentos são também mencionados nos tweets sobre lácteos.
 
Para facilitar a análise, num primeiro momento, os produtos foram agrupados segundo a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO). Na segunda versão do OC, a ideia é oferecer ao leitor uma abordagem mais detalhada desses produtos, de modo que se possa identificar exatamente quais são os mais consumidos juntamente com os lácteos.
De um modo geral, os lácteos são mais mencionados juntamente com outros derivados do leite. No entanto, quando se analisa individualmente cada produto, é possível observar diferenças significativas. Os queijos, derivados lácteos mais citados no Twitter, geralmente estão relacionados com outros laticínios e também panificados. Este último caso, reforça a ideia de que são mais consumidos na forma de lanches.
 
Já os sorvetes, são em maior número mencionados juntamente com produtos açucarados. Ou seja, são consumidos mais com balas, chocolates e outras guloseimas recheadas de açúcar, e com forte apelo à indulgência.
 
Esses resultados trazem insights importantes sobre os hábitos de consumo de lácteos dos brasileiros podendo ser úteis para campanhas de marketing, vendas conjunta, entre outros.

De repente, o assunto virou o preço do leite, que disparou e chegou a patamares nunca antes alcançados, entre R$ 7 e R$ 10, acima até do litro da gasolina.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER