A pecuária do Planalto Norte catarinense cresceu 5% em movimentação de dinheiro no ano passado em relação a 2019, releva nova pesquisa da Produção Pecuária Municipal (PPM) realizada pelo IBGE.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
https://br.depositphotos.com/

Principal produto pecuário da região é o leite

A pecuária do Planalto Norte catarinense cresceu 5% em movimentação de dinheiro no ano passado em relação a 2019, releva nova pesquisa da Produção Pecuária Municipal (PPM) realizada pelo IBGE. A pesquisa é publicada todos os anos e os dados mostram que o principal produto pecuário da região é o leite, responsável por 75% do dinheiro que circulou no setor pecuário em 2020.

O levantamento do JMais junto ao PPM considera os municípios de Canoinhas, Três Barras, Major Vieira, Bela Vista do Toldo, Porto União, Papanduva, Mafra, Itaiópolis, Irineópolis e Monte Castelo. Desses municípios, Mafra, Canoinhas, Porto União e Itaiópolis foram os que mais movimentaram recursos em 2020. Os quatro têm em comum os maiores rebanhos leiteiros da região.

No caso de Canoinhas houve queda tanto no tamanho do rebanho total (que considera também o gado de corte) quanto na produção de leite. Em 2019, o município possuía o terceiro maior rebanho, atrás de Mafra e Itaiópolis, e caiu para a quarta posição em 2020, com Papanduva assumindo o terceiro lugar. Já na produção de leite, Mafra, Canoinhas e Porto União eram os três municípios com maior volume produzido em 2019, já em 2020 Porto União passou a ser o segundo com maior produção, Itaiópolis o terceiro e Canoinhas caiu para a quarta posição.

Já com relação aos rebanhos de porcos, cabras e ovelhas, não houve alterações no ranking dos maiores produtores de 2019 para 2020. Papanduva e Canoinhas lideram na criação de porcos, enquanto Canoinhas têm os maiores rebanhos de cabras e de ovelhas, com os segundos colocados respectivamente Irineópolis e Mafra.

O único fator que mudou nesse quesito foi o tamanho do rebanho suíno. Papanduva se manteve estável com quase 80 mil animais, enquanto Canoinhas chegou a 73.106 cabeças, ou seja, 6.408 a mais do que em 2019.

Já os dados sobre a produção de ovos de galinha mostram que Mafra se isola na liderança mesmo tendo produzido 64 mil dúzias de ovos a menos em relação a 2019. A produção de Mafra ainda é de três mil dúzias a mais que o segundo colocado, Canoinhas, que não chega a mil.

A produção de mel de abelha teve os mesmos três primeiros colocados em 2019 e em 2020: Mafra, Itaiópolis e Porto União. Os três municípios aumentaram a produção no último ano, com Mafra chegando a 88.500 kg de mel (13.500 a mais que em 2019), Itaiópolis a 74.750 (+ 9.750) e Porto União a 66.000 (+ 6.000). Com 31.500 kg no último ano, Major Vieira é o quarto colocado.

Os dados ainda são prévios, ou seja, podem sofrer alterações até a próxima publicação do PPM.

Desde 2017, a DVP tem direcionado seus esforços na investigação e análise do funcionamento do Ecossistema Empresarial Israelense.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER