Em recado exibido no Giro do Boi desta segunda, dia 1º, o diretor da unidade de ruminantes da MSD Saúde Animal Henrique Casagrande parabenizou o pecuarista leiteiro, e todos os integrantes da cadeia produtiva, por conta da celebração do Dia Mundial do Leite.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

censo-agropecuario-pecuaria-de-leite-2018

Em recado exibido no Giro do Boi desta segunda, dia 1º, o diretor da unidade de ruminantes da MSD Saúde Animal Henrique Casagrande parabenizou o pecuarista leiteiro, e todos os integrantes da cadeia produtiva, por conta da celebração do Dia Mundial do Leite.

“Estou aqui para parabenizar todos da cadeia de leite, produtores de leite, principalmente, por hoje, 1º de junho, Dia Mundial do Leite. A vocês, que têm se esforçado aí a cada dia para produzir este nobre alimento que nós temos em nossa mesa, que é o leite, os nossos parabéns e o nosso muito obrigado! Temos na MSD plataformas para estar trabalhando próximos à atividade leiteira, como o Maxi Leite, uma plataforma de serviços, assim como soluções em produtos, sejam produtos para saúde do úbere, qualidade do leite, vitaminas, vacinas, suplementos, entre outros. Conte conosco, produtor leiteiro!”, reconheceu.

Casagrande anunciou ainda uma novidade, uma espécie de “presente” para o pecuarista de leite, que é o app Mast Check, a ser lançado oficialmente nesta semana, que ajuda o produtor a fazer o controle da mastite em seu rebanho pela palma da mão por meio do celular. “Esta semana, inclusive, estamos lançando um app chamado Mast Chek, que vai ajudar a atividade leiteira a melhorar o manejo e o gerenciamento da mastite nas suas propriedades”, revelou.

Segundo consta na descrição do próprio aplicativo pela Play Store, “o Mast Check é um app muito simples e inteligente que vai ajudar você, pecuarista, a gerenciar a mastite na sua propriedade. Basta você baixar, se logar com um e-mail e passar a utilizar. O app faz o registro das vacas em tratamento e gera um plano de ordenha já informando qual a vaca a ser tratada, o teto e o tratamento iniciado”. O download e o uso do app são gratuitos.

 

Em comunicado oficial, a empresa contextualizou a relevância do controle da doença. “No Brasil, de acordo com a Embrapa a enfermidade acomete cerca de 20% a 38% de todo rebanho nacional, refletindo diretamente na produtividade. Estima-se que a redução da produção de leite responda por 70% de todos os custos da mastite, que vão desde os custos com medicamentos, descarte de leite e de animais, efeitos negativos sobre a reprodução e na qualidade do leite”.

 

WEBINAR

A pecuária leiteira será tema também de webinar pelo YouTube da MSD Saúde Animal nesta terça, dia 02, ás 19h, em que o projeto Universidade MSD vai debater com especialistas o assunto “Efeitos do estresse térmico sobre o desempenho de vacas leiteiras e soluções para diminuir o impacto”. Veja os detalhes na imagem a seguir:

Veja o recado de Henrique Casagrande pelo vídeo abaixo:

 

 

Para incentivar a silagem a secretaria Municipal de agricultura está oferecendo tratores à comunidade.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER