Perspectivas do USDA sobre o mercado lácteo da América do Sul – eDairyNews Últimas notícias
America do Sur |12 abril, 2019

Mercado lácteo | Perspectivas do USDA sobre o mercado lácteo da América do Sul

Leite/América do Sul – Na Argentina e Uruguai, a produção de leite está variando entre estável, e crescimento, bem de acordo com os padrões sazonais.

Leite/América do Sul – Na Argentina e Uruguai, a produção de leite está variando entre estável, e crescimento, bem de acordo com os padrões sazonais. No entanto, as elevadas temperaturas e constantes inundações em muitas bacias leiteiras durante o último verão, fizeram com que a produção tenha sido mais baixa do que a registrada um ano antes.

Em alguns lugares, a oferta de leite da fazenda está sendo menor do que as necessidades de processamento das fábricas, que não seja engarrafamento. Com essa queda na oferta de leite, o processamento de queijo e leite em pó está sendo prejudicada. Assim sendo, alguns processadores estão focando, exclusivamente, no mercado interno e cumprimento de algumas obrigações contratuais com mercados internacionais.

Enquanto isso, as demandas de leite fluido pelo varejo e restaurantes estão boas. No entanto, a oferta de creme está muito apertada, em um mercado altista.

No momento o clima no Brasil está bom, estimulando a qualidade e o crescimento das plantações de milho. Assim, o setor espera uma colheita de milho (safrinha) muito boa para este ano, que deve começar no início de maio. Assim, a expectativa dos produtores de leite é de terem alimentos concentrados mais baixos. A produção de leite se mantém estável, e as fábricas trabalham intensamente para abastecer instituições de ensino e restaurantes.

 

Tópicos |
Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas