A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, 30, uma operação que visa desarticular uma organização criminosa que envolve empresas de laticínios, que teriam sido contratadas para distribuição de leite, mesmo impossibilitados legalmente.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

As empresas teriam sido contratadas pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, dentro do programa Alimenta Brasil, que visa incentivar a produção familiar e reduzir os riscos de insegurança alimentar e nutricional.

Parte do dinheiro do programa teria sido desviado para cooperativas de forma irregular. Em 2020, o prejuízo chegou a R$ 8,5 milhões de reais. O total de convênio soma recursos na ordem de R$ 192 milhões de reais, dos quais 153 milhões são do Governo Federal.

A operação de hoje tem como finalidade o cumprimento de 36 Mandados de Busca e Apreensão, nas cidades de Águas Belas/PE (2), Gravatá/PE (4), Garanhuns/PE (1), Itaíba (5), Passira (1), Pesqueira (1), Recife (17), Olinda (2), Belo Jardim (02) e Frei Miguelinho (01). E conta com a participação de 123 policiais federais e 9 auditores da CGU.

Os crimes investigados são de estelionato, peculato, organização criminosa, lavagem de dinheiro e crime contra saúde pública, cujas penas somadas ultrapassam 30 anos de reclusão.

É praticamente impossível tirar certos aperitivos do gosto do brasileiro. Sabendo disso, uma pesquisa decidiu apurar um dos nossos xodós do cardápio nacional e elegeu o melhor requeijão que hoje é vendido no Brasil.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER