pesar da valorização no campo, por outro lado, o produtor sentiu o expressivo aumento do preço de alguns insumos
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

pesar da valorização no campo, por outro lado, o produtor sentiu o expressivo aumento do preço de alguns insumos
Em dezembro do ano passado, o preço do leite chegou a R$ 1,81, variação de 3,7% comparado ao mesmo período de 2019 – (Foto: Divulgação)

Após um período em alta, é possível que o preço do leite registre queda para os próximos meses em Mato Grosso do Sul. Em dezembro do ano passado, o preço do leite chegou a R$ 1,81, variação de 3,7% comparado ao mesmo período de 2019.

Os dados são da Cepea/Esalq, e foram analisados pelo Departamento Técnico do Sistema Famasul. Para o zootecnista Juliano Barros, o que motivou esse comportamento foi a melhora do consumo de lácteos. “Impactado negativamente no primeiro semestre, com as medidas de combate à pandemia, esse consumo teve recuperação no segundo semestre, com o pagamento do auxílio emergencial; aquecimento confirmado quando se observa o resultado da balança comercial”, explica o analista técnico.

Apesar da valorização no campo, por outro lado, o produtor sentiu o expressivo aumento do preço de alguns insumos. “Em 2020, para aquisição de um saco da mistura de milho e farelo de soja, foram necessários o equivalente a 42,8 litros de leite, variação de 21% a mais que em 2019”, esclarece.

No balanço do ano para o estado, a média de preço do litro do leite foi de R$1,54, aumento de 29,3%. O bom desempenho da demanda também é confirmado quando se observa o resultado da balança comercial brasileira de lácteos.

 

 

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER