A colheita do milho, que já havia começado no Paraná, teve início em Mato Grosso. A expectativa é de que a produção do cereal
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A colheita do milho, que já havia começado no Paraná, teve início em Mato Grosso. A expectativa é de que a produção do cereal da segunda safra do ciclo 2018/2019 seja 28,3% maior que a segunda safra do ciclo passado.

O início da colheita e a expectativa de uma boa produtividade pressionaram as cotações na primeira quinzena de maio.

No entanto, a adversidade climática nos Estados Unidos (no Cinturão do Milho) tem atrasado o plantio norte americano, o que tem refletido na cotação do cereal no mercado brasileiro.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, desde o início da segunda quinzena de maio, em Campinas-SP, a saca de 60kg do grão subiu 4,2%.

Entretanto, a cotação do cereal segue abaixo do registrado na comparação mensal e também em relação ao mesmo período do ano anterior.

Até o momento, no acumulado de maio, a saca de 60kg de milho ficou cotada, em média, em R$35,13, queda de 8,4% em relação à média de abril último e de 15,2% na comparação com maio de 2018.

Contudo, atenção ao câmbio e ao clima nos Estados Unidos, fatores estes que podem limitar as quedas de preço no Brasil.

O preço do leite longa vida caiu pelo terceiro mês consecutivo nos supermercados do país.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER