O preço do leite pago ao produtor deve ficar na estabilidade no mês de março.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Segundo a Scot Consultoria, 53% dos laticínios pesquisados apontaram para estabilidade; 25% já estimam alta e apenas 23% apontam queda

preço do leite pago ao produtor deve ficar na estabilidade no mês de março.

Segundo a Scot Consultoria, 53% dos laticínios pesquisados apontaram para este cenário. Mas 25% já estimam alta e apenas 23% apontam queda.

No pagamento realizado em fevereiro, que remunerou a produção entregue em janeiro, o preço do leite pago ao produtor caiu, embora a captação tenha diminuído em relação a dezembro, sob influência das quedas nas bacias leiteiras do Sul e Sudeste e aumento do custo de produção.

Considerando a média nacional ponderada dos dezoito estados pesquisados pela Scot Consultoria, a queda foi de 0,1% na comparação mensal.

Na comparação anual a referência está 10,1% maior este ano.

Neste sentido, foi observado aumento da concorrência entre os laticínios pela matéria-prima em fevereiro, com alta nos preços do leite no mercado spot no mês em questão, em grande parte em função da movimentação do consumo no mercado interno.

Os laticínios que estimam alta no preço do leite ao produtor estão localizados principalmente nos estados da Região Sul, além de Goiás e Minas Gerais.

Podemos convoca o governo regional a “arregaçar as mangas” e comprar ações em empresas estratégicas para garantir suas raízes no território.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER