O comportamento de preços das commodities agrícolas indicam que o mês de março deve ser marcado por novos recordes.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

O comportamento de preços das commodities agrícolas indicam que o mês de março deve ser marcado por novos recordes.

Isso porque na primeira metade de março o preço médio das commodities agrícolas acompanhadas pelo Farnnews alcançaram novo patamar histórico (Figura).

A Figura a seguir ilustra a evolução acumulada dos preços do boi gordo, bezerro, milho e soja, segundo dados do Cepea, entre janeiro de 2016 e a parcial de março de 2021 (dia 13).

commodities agrícolas
Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

O fato é que na parcial de março de 2021 todas as commodities agrícolas acompanhas pelo Farmnews renovaram as máximas.

No período entre o início de 2016 e a parcial de março de 2021 (dia 13), o boi gordo, bezerro, milho e soja acumularam ganhos de 103,7, 111,9%, 118,9 e 100,6%, respectivamente.

O preço do boi gordo em março de 2021, até o dia 13, apresentou média de R$304,5 por arroba que, além do maior valor nominal da série do Cepea, representa ganho de 52,0% frente ao mesmo período de 2020 (R$200,4 por arroba).

O Farmnews apresenta a série do preço corrigido do boi gordo, segundo indicador Cepea, entre 1997 e a parcial de 2021. Afinal, como evoluíram os preços do boi gordo (Cepea), corrigidos pelo IGP-M ao longo de mais de 20 anos? Clique aqui e saiba mais do assunto!

No caso do bezerro, o preço médio parcial de março de 2021, de R$2.802,5 por cabeça, a exemplo do boi gordo, foi o maior da série do indicador Cepea, base Mato Grosso do Sul e representa alta de 57,2% frente a março de 2020 (R$1.782,5 por cabeça).

Pois é, e ainda em relação ao bezerro, cabe ressaltar que o ágio da arroba do bezerro em relação a arroba de boi gordo alcançou, na parcial de março de 2021, o maior patamar histórico. Clique aqui e saiba mais do assunto!

O milho e a soja, por sua vez, com preço médio de R$89,1 e R$173,4 por saca, respectivamente, igualmente renovam a máxima em março de 2021 e foram cotadas muito acima do valor observado em 2020. Vale lembrar que em março de 2020 o preço nominal do milho foi de R$57,4 por saca, enquanto o valor da soja ficou em R$94,9 por saca.

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER