Em um momento em que as exportações de lácteos dos EUA estão aumentando, acaba de ser anunciado que a Cúpula Mundial dos Laticínios (World Dairy Summit) será realizada em Chicago, de 16 a 19 de outubro de 2023.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
EUA

Após três décadas, esta importante conferência global retorna aos Estados Unidos.

Fundada em 1903, a Federação Internacional de Laticínios (IDF) organiza uma reunião anual, denominada Cúpula Mundial dos Laticínios. A cada ano, o evento é sediado em um país membro da IDF ao redor do mundo. A China estava programada para sediar em 2023, mas – devido a problemas relacionados com a pandemia – a vaga de 2023 foi aberta com uma janela muito curta de tempo para o seu planejamento.

A vice-presidente de comércio da Federação Americana de Produtores de Leite  (NMPF) e do Conselho de Exportação de Lácteos dos EUA (USDEC), Shawna Morris, diz que tomar a frente e sediar o evento deixou o setor de lácteos nos EUA bastante entusiasmado.

“Os principais players [do setor] de laticínios aqui na América têm falado sobre fazer isso por um bom tempo, mas a fila para entrar e poder fazer uma oferta para sediar é de vários anos”, compartilha Morris. “Conseguimos adesão e garantimos o apoio de todas as principais organizações de laticínios [do país], que atuam nesse espaço, e assumimos o compromisso de avançar de modo que os EUA sejam a sede no próximo ano.”

Nick Gardner, presidente da U.S. International Dairy Federation e vice-presidente sênior de sustentabilidade e assuntos multilaterais do USDEC, diz que esta é uma grande oportunidade para a pecuária de leite americana.

“Trazer todos para os Estados Unidos cria uma oportunidade de levar as pessoas para visitar nossas instalações, para levá-las às fazendas, para realmente mostrar ao resto da indústria global de laticínios o que é a indústria de laticínios dos EUA”, diz Gardner.

Ele acrescenta que esta cúpula global reúne os principais especialistas de todo o mundo, bem como milhares de diferentes pessoas interessadas em laticínios em um só lugar. O programa refletirá a diversidade dessa importante indústria global. “A programação tem foco na inovação na pecuária leiteira e na produção e processamento de lácteos, até assuntos para as pessoas realmente voltadas aos tópicos científicos ou técnicos, como métodos de análise, resíduos e contaminantes químicos”, diz Gardner.

“Para as pessoas que trabalham mais no lado político, é também uma grande oportunidade para explorar alguns dos grandes desafios políticos que o setor está enfrentando globalmente e, potencialmente, dificultando as exportações de lácteos de países como os Estados Unidos. É uma ótima chance de fazer networking.”

Para mais informações sobre a Cúpula Mundial dos Laticínios, clique aqui.

Os dados preliminares divulgados pela SECEX do MDIC mostram que a média diária das exportações brasileiras de produtos lácteos no janeiro 2023 caiu 20,1% em dólar, na comparação com a média diária registrada em janeiro 2022, e -17,1% em volume.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER