Uma fábrica clandestina de lacticínios na zona rural do município de São José do Divino, a 230 km de Teresina, foi fechada nesta terça-feira (01) durante uma fiscalização realizada pelo Procon.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Uma fábrica clandestina de lacticínios na zona rural do município de São José do Divino, a 230 km de Teresina, foi fechada nesta terça-feira (01) durante uma fiscalização realizada pelo Procon. No local, foram apreendidos mais de 300 Kg de queijo, produzidos sem as condições necessárias de higiene.

O queijo era produzido em caixas d’água e baldes com objetivo de ser comercializado em municípios da região de Piracuruca e São José do Divino

Durante a abordagem, os fiscais também identificaram que os funcionários que atuavam no local não utilizavam os equipamentos de proteção individual adequados.  A fábrica clandestina também não possuía um responsável técnico para acompanhar as etapas de produção.

“Foi uma operação realizada em conjunto com o Conselho Regional de Medicina Veterinária. Interditamos esse estabelecimento que produzia queijos, produtos inadequados. Um estabelecimento clandestino, sem nenhum um registro nos órgãos oficiais”, explicou o chefe de fiscalização do Procon, Arimateia Arêa Leão.

Foto: Divulgação/ Procon

O estabelecimento foi interditado e autuado por não obedecer às normas técnicas estabelecidas para a produção de laticínios. O valor da multa ainda deve ser definido pelo Procon, a partir do poder econômico do estabelecimento.

No momento da abordagem, o proprietário da fábrica clandestina não estava presente.

 

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER