Produção de leite atravessa gerações no Sul de Minas Gerais – eDairyNews Últimas notícias
Brasil |16 enero, 2020

Leite | Produção de leite atravessa gerações no Sul de Minas Gerais

Localizada no município de Aiuroca, região da Serra da Mantiqueira, no Sul de Minas Gerais, a Fazenda Olaria solidificou, ao longo das gerações, a produção de leite.

 

Na divisão da fazenda para os sucessores, a minha família herdou a Fazenda Olaria. No início do século XIX, as terras da nossa fazenda já eram utilizadas para produção de leite.

Na época, com gado mestiço. Em 1978, minha mãe, Maria Celeste Arantes Ribeiro, herdou a fazenda e, no ano de 2002, tomei frente dos negócios, sempre focado na busca por investimentos e melhorias, com o intuito de manter viável a atividade leiteira em nossa propriedade. Atualmente, são 110 hectares disponibilizados para pecuária”, conta o pecuarista Cidmar Arantes Ribeiro. Conheça a história completa. Os dados da fazenda são gerenciados pelo software Ideagri.

Cidmar relata que, quando sua mãe recebeu herança, na falta de recursos para comprar um touro de qualidade, decidiram investir em inseminação artificial, uma maneira mais fácil, prática e com garantia da utilização de reprodutores superiores para produção de leite.

No ano de 2008, com 300 litros/dia, Cidmar decidiu investir na melhoria genética do rebanho e nas pastagens. Em três anos, a Fazenda Olaria chegou a produzir 3 mil litros/dia. “Iniciarmos a parceria em 2015. Passamos a selecionar os touros, com bastante foco em saúde e sempre utilizando o acasalamento por geologia para evitar a consanguinidade. Além disso, desde o início de nossa parceria, sempre buscamos trabalhar muito forte em treinamentos da equipe em manejo corretos de inseminação dos animais. Conseguimos, assim, inicialmente aumentar a taxa de concepção sêmen sexado nas novilhas e passar a usar essa ferramenta (sexado) com mais pressão ainda, aumentando assim a evolução genética da fazenda”, conta o gerente regional da alta, em Itanhandú (MG), Rodrigo Ribeiro.

Responsável pela genética dos animais, Rodrigo desenvolve um trabalho conjunto com o veterinário prestador de serviços. Na fazenda, inicialmente, foi usado o Alta Gestão, um software de gestão de reprodução. “A partir disso, conseguimos fazer uma análise correta sobre os números reprodutivos. Fizemos alguns treinamentos de ajustes e conseguimos uma evolução muito grande na taxa de prenhez. Após um período utilizando Alta gestão, período esse que serviu para a fazenda evoluir em questão de análises e anotações. Então, realizamos a migração para o Ideagri”. Os dados são gerenciados pelo técnico Bráulio Araújo Teixeira.

Hoje, a fazenda participa do programa Global Advantage. O Plano Genético da propriedade contempla principalmente saúde. Em parceria com a alta, a fazenda iniciou um trabalho muito forte e focado na criação de bezerras, com treinamento para os colaboradores no manejo e anotações corretas dos dados da criação. “Objetivo é, além de vender uma genética de altíssima qualidade e focada nos objetivos da fazenda, participar fortemente nas áreas que impactam diretamente a saúde financeira do negócio, oferecendo várias ferramentas e treinamentos os colaboradores. A meta é ajudar nosso cliente a ter cada vez mais sucesso em seu negócio”, finaliza Rodrigo.

A fazenda possui 97 vacas e lactação e produz uma média diária de 2700 litros/dia. São dois lotes de vacas e lactação, alocadas em um galpão de Compost Barn, e um lote no final da lactação no pasto.

“Nosso maior objetivo é produzir leite rentável, de alta qualidade, com menor custo possível. Para isso, é primordial uma genética de qualidade, com vacas longevas e produtivas. Só conseguimos alcançar o patamar de hoje porque contamos com a presença de bons colaboradores, uma equipe totalmente focada em melhorias e com técnicos eficientes da Alta, que avaliam todas as fases do acasalamento até o nascimento, tornando viável nosso negócio”, finaliza Cidmar.

Tópicos |
Aviso legal sobre propriedade intelectual em conteúdo digital

Todas as informações contidas nestas páginas que NÃO são de propriedade da eDairy News e NÃO são consideradas "de domínio público" pelos regulamentos legais são marcas registradas de seus respectivos proprietários e reconhecidas por nossa empresa como tal. A publicação no site eDairy News é feita com a finalidade de coletar informações, respeitando as normas contidas na Convenção de Berna para a Proteção das Obras Literárias e Artísticas; na Lei 11.723 e demais normas aplicáveis.

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas