Em algumas cidades, queda foi de 30%. Epagri diz que nos meses de março e abril mais de 26 milhões de litros do produto deixaram se ser produzidos no estado.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

produt


Produção de leite no Sul do Estado já tem prejuízo de 30% por causa da seca

A seca tem prejudicado a produção de leite em cidades de Santa Catarina. Em algumas delas, o prejuízo já chega a 30%. Isso porque as chuvas irregulares desde o ano passado deixam o pasto mais seco e comprometem a produção de milho para silagem, usada na alimentação dos animais. Ao menos 92 municípios decretaram situação de emergência por causa da estiagem.

Segundo dados da Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão), somente em março e abril mais de 26 milhões de litros de leite deixaram de ser produzidos em todo o estado, o que representa cerca de R$ 33 milhões que deixaram de ser gerados pelos produtores.

No Sul catarinense, as perdas passam de R$ 10 milhões. Em Braço do Norte, referência na produção no estado, a queda registrada até o momento é de 30%. “São 1, 2 milhão de litros de leite que deixam de ser produzidos mensalmente. Isso nos dá um prejuízo de mais de R$ 1,5 milhão por mês que deixa de girar”, disse Adir Rangel, secretário de Agricultura do município.

Produção de leite tem prejuízos por causa da seca em SC — Foto: Reprodução/NSC Tv

Produção de leite tem prejuízos por causa da seca em SC — Foto: Reprodução/NSC Tv

E além da queda nas vendas, os produtores também sofrem com o aumento do preço para poder conseguir produzir o leite e seus derivados. “Com essa seca os custos de produção também subiram, em torno de 40%, até porque boa parte da silagem a gente não conseguiu fazer na propriedade, ela está vindo de outras propriedades com custo muito maior “, disse o produtor Diogo Becker.

A cidade de Braço do Norte pretende decretar situação de emergência nesta semana. Com o decreto, a prefeitura pretende construir cisternas e fornecer equipamentos como bombas e mangueiras para os produtores tentarem amenizar os problemas provocados pela falta de água.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER