Em dois anos recebendo o auxílio da Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite, a produtora Rosilda Garcia, do município de Jaraguari, aumentou em 250% a produção de leite em sua propriedade.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

DivulgaçãoDivulgação

Em dois anos recebendo o auxílio da Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite, a produtora Rosilda Garcia, do município de Jaraguari, aumentou em 250% a produção de leite em sua propriedade. Esse é o case de sucesso da série “Senar/MS Transformando Vidas” desta semana.

Quando o programa de assistência teve início, a produção diária de leite de suas 9 vacas era de 20 litros. Hoje, com o acompanhamento técnico, o número de animais reduziu, mas a produção por dia aumentou significativamente: com 7 vacas, subiu para uma média de 50 litros de leite – crescimento de 250%.

Considerando o índice de produção leiteira por hectares voltado à atividade, Rosilda atingiu a marca anual de 1.300 litros. Antes da assistência do Senar/MS, essa média era de 342 litros por hectare, a cada ano.

“Eu aprendi a fazer o manejo correto e muitas outras iniciativas que antigamente nem tinha conhecimento. O Senar/MS ensinou a gente a ter controle da natalidade, da reprodução, da produção do leite, das despesas, dos gastos, dos lucros. Com tudo isso, estamos crescendo e melhorando ainda mais”, completa.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER