O Projeto Campo Futuro, do Sistema CNA/Senar, inicia nesta semana suas atividades de levantamento dos dados de custo de produção das atividades agrícolas e pecuárias em 2021 com a realização dos primeiros painéis virtuais de café e grãos.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O Projeto Campo Futuro, do Sistema CNA/Senar, inicia nesta semana suas atividades de levantamento dos dados de custo de produção das atividades agrícolas e pecuárias em 2021 com a realização dos primeiros painéis virtuais de café e grãos.

Em razão da pandemia, as reuniões com produtores rurais, representantes das federações de agricultura dos estados e dos sindicatos rurais, universidades e empresas continuarão de forma remota, assim como o modelo idealizado em 2020, obedecendo às medidas de segurança para evitar o contágio por Covid-19.

Este ano, o projeto prevê superar os números de 2020, quando foram pesquisadas 22 atividades agropecuárias em 102 painéis virtuais em 19 estados. Mais de 1100 pessoas contribuíram para os levantamentos de custos no ano passado.

Para 2021, a meta do Projeto Campo Futuro é a realização de 140 painéis de levantamento de custo de produção online, visitando 123 municípios em 19 estados brasileiros. Serão levantados os custos de produção das seguintes atividades: fruticultura, hortaliças, grãos, pecuária de corte, cafeicultura, pecuária de leite, cana-de-açúcar, avicultura, aquicultura, silvicultura e suinocultura.

Os levantamentos começaram nesta segunda (24), em Brejetuba (ES), com a apuração de informações sobre a produção de café arábica na região. O encontro teve a participação de produtores e técnicos, com a finalidade de discutir e repassar os dados de custos de produção da cultura.

Ainda nesta semana, estão previstos mais três painéis: café conilon em Jaguaré (ES) na quarta (26), e grãos na quinta (27) e na sexta (28), em Carazinho (RS) e Bagé (RS), respectivamente.

Com 14 anos de execução, o Projeto Campo Futuro visa à identificação de estratégias de comercialização, formação de custos de produção e nível tecnológico das atividades agropecuárias desenvolvidas nas principais regiões produtoras do Brasil.

O projeto busca também gerar informações para análises de mercado, tomada de decisão, prospecção de capacitações e estudos de políticas voltadas para aumento da eficiência e melhoria da competitividade do setor agropecuário.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER