A quarentena imposta à população em vários Estados brasileiros para tentar conter a pandemia de coronavírus fez as vendas do setor de queijos cair cerca de 60%, de acordo com Associação Brasileira das Indústrias de Queijo (Abiq).
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

A quarentena imposta à população em vários Estados brasileiros para tentar conter a pandemia de coronavírus fez as vendas do setor de queijos cair cerca de 60%, de acordo com Associação Brasileira das Indústrias de Queijo (Abiq).

Em entrevista ao Estadão, o presidente da Abiq, Fábio Scarcelli, apontou o fechamento de bares e restaurantes, que agora só podem atender por delivery, como o principal motivo da queda.

Scarcelli explica que o setor compra 30% da produção nacional, de cerca de 1,2 milhão de toneladas por ano. Os produtos mais consumidos pelos restaurantes em geral são mussarela, queijo prato e requeijão – a produção desses itens é de 450 mil toneladas por ano.

Com isso, os produtores já não têm mais espaço para armazenar os queijos. A Abiq estuda pegar empréstimos com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para construir mais câmaras frigoríficas.

Antes de os voluntários ajudarem, Richard Bosma disse: “as minhas vacas bebés já estavam à altura dos seus queixo na água”.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER