Em comemoração ao aniversário do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, o Sebrae publicou o livro “50 Anos de Pequenos Negócios e Grandes Histórias”.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Queijaria

A publicação da instituição tem por objetivo trazer histórias de empresas de todo o país, reunindo entrevistas e relatos de empreendedores. Dentre as jornadas empreendedoras presentes na publicação, uma delas vem de Minas Gerais: a queijaria Queijo D’Alagoa-MG, que ilustra o calendário de mesa do Sebrae neste mês de novembro.

Fundada por Osvaldo Martins de Barros Filho, bisneto do tropeiro Jeremias Sene, a queijaria superou a pandemia e, hoje, acumula mais de 40 prêmios, nacionais e internacionais. O portal de venda online foi criado em 2009 com intuito de auxiliar o escoamento da produção local para o restante do país. “É preciso reconhecer a importância do pequeno produtor. Esses profissionais amam o que fazem, preservam a história de um segmento de mercado, mantém viva a cultura e tradição em seus produtos e agregam valor à economia local”, comenta Osvaldo.

A produção de queijo nacional

A produção de queijo artesanal no Brasil faz parte da cultura de diversas regiões do país. Os produtos são feitos a partir de diferentes técnicas, passadas entre gerações de famílias, que conferem ao queijo características distintas de acordo com o local, método de produção, armazenamento, etc. Segundo levantamento do portal de notícias UaiAgro, o estado de Minas Gerais, especificamente, é responsável por 27% de toda a produção nacional.

De acordo com informações da Associação Brasileira das Indústrias de Queijo (ABIQ), o mercado de itens lácteos no Brasil cresceu ao mesmo passo que no âmbito internacional. “No momento atual, a demanda pelo queijo artesanal é crescente. Oferecer um produto de qualidade, com origem e rastreabilidade através das ferramentas digitais, digo por experiência própria, pode fazer muita diferença para os produtores e empresários do setor”, complementa Osvaldo.

Sobre a empresa

A loja online da Queijo D’Alagoa-MG foi criada por Osvaldo em 2009, com intuito de ajudar o produtor de queijo Sô Batistinha, que, na época, enfrentava dificuldades para escoar a produção. Atualmente, famílias de pequenos produtores de queijo são parceiras da queijaria virtual e, por meio do portal online, conseguem escoar a produção artesanal para todo o país.

O negócio tem contribuído para reconhecer a importância do produtor, agregar valor ao produtor, preservar a cultura, história e tradição, movimentar a economia local, fomentar o turismo, e ainda, manter a agência dos Correios aberta na cidade com o contrato de postagem.

Ano de 2021 terminou com dificuldades para os laticínios, mas cenário piorou durante 2º semestre de 2022.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER