Evento contará com a presença de duas queijarias premiadas, vindas diretamente do Seridó.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Queijarias
Queijarias beneficiadas pelo Projeto Governo Cidadão expõem no Natal Fest Gourme

Natal Fest Gourmet ser? na Pra?a do Gringos, com entrada gratuita

A partir desta quinta-feira (24) a capital potiguar sedia o Natal Fest Gourmet, festival gastronômico na Praça do Gringos, em Ponta Negra, que contará com a presença ilustre de duas queijarias premiadas, vindas diretamente do Seridó. A Queijaria JC Caicó e a Sertão Piranhas, beneficiadas pelo Governo do Estado por meio do Projeto Governo Cidadão, estarão expondo suas iguarias e produzindo queijo ao vivo.

“É uma honra para nós, que somos uma queijeira recém-certificada, estar em um evento grande como esse na capital do estado. Estamos ansiosos para fazer o queijo na hora e vendê-lo ao público presente”, diz a produtora Cláudia Araújo, que faz queijo junto ao esposo José Lopes e dos filhos. Além de produzirem queijo ao vivo na sexta (25), eles também irão vender os produtos já prontos.

A Laticínio Sertão Piranhas, que produz queijo no Sítio Cachoeira Do Anta, em Jardim de Piranhas, também vai preparar seus produtos na hora na sexta e sábado (26), além de comercializar os queijos de sua produção. Este ano as duas queijarias participaram da 2ª edição do Mundial do Queijo do Brasil e conquistaram prêmios: a Sertão Piranhas venceu na categoria ouro.

“Ao construir e equipar a nossa queijeira, o Governo colocou a gente no mercado formal aqui no nosso Estado. Agora, já temos uma fila de espera de clientes e queremos atingir outros estados, Brasil afora, e por isso já estamos na batalha para garantir o selo federal”, planeja José Lopes.

O Natal Fest Gourmet começa amanhã e segue até sábado na Praça do Gringos, com entrada gratuita. Na quinta, funcionará das 14h às 23h; na sexta das 18h à 00h, e no sábado das 15h à 0h.

Saiba mais

O Edital de Leite e Derivados lançado pelo Governo do Estado, através do Projeto Governo Cidadão, Secretaria de Agricultura (Sape) e recursos do Banco Mundial, beneficiou centenas de queijeiros potiguares com a construção e montagem de 39 queijeiras ligadas às cooperativas Capesa e Coafs. A primeira recebeu mais de R$ 6,6 milhões em recursos, enquanto a segunda se beneficiou com R$ 12,5 milhões. Todas as unidades foram estruturadas de forma que atendam os padrões sanitários vigentes e alcem os produtos a novos e maiores mercados.

É praticamente impossível tirar certos aperitivos do gosto do brasileiro. Sabendo disso, uma pesquisa decidiu apurar um dos nossos xodós do cardápio nacional e elegeu o melhor requeijão que hoje é vendido no Brasil.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER