O produtor de Ariquemes, Gilberto de Assis Miranda, foi o vencedor e trouxe para Rondônia a medalha de ouro do ExpoQueijo Brasil Araxá International Cheese, na categoria Queijo de Vaca, Leite: pasteurizado, tratamento da coalhada, cozida, jovem (30 dias).
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
 

O produtor de Ariquemes, Gilberto de Assis Miranda,  foi o vencedor e trouxe para Rondônia a medalha de ouro do ExpoQueijo Brasil Araxá International Cheese, na categoria Queijo de Vaca, Leite: pasteurizado, tratamento da coalhada, cozida, jovem (30 dias). O evento ocorreu na cidade de Araxá (MG), no período de 4 a 7 de novembro. O produtor foi incentivado pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Agricultura (Seagri) para participar do evento.

O objetivo principal do concurso é fomentar a produção de queijos em todo o país, dar visibilidade aos produtores e as suas diversificadas produções, além de premiar os melhores e mais bem avaliados queijos do mundo. O concurso foi voltado para produtores de queijos artesanais no Brasil e exterior que possuam inspeção oficial, como inspeções Federal, estadual ou municipal.

“Eu não dava nada pelo Queijo Colônia, achava que não iria se classificar, e para minha surpresa, foi o ganhador nessa categoria e eu não imaginava que iria ganhar e ganhei. Fiquei muito feliz, muito feliz mesmo, e não é pouco. Eu comemorei muito com esse certificado na mão. Sou campeão mundial e estamos extremamente felizes. O Queijo 4 Cachoeiras Colônia, já é sucesso em Rondônia e agora será no mundo”, disse Gilberto que concorreu com mais de 800 queijos artesanais de todos o país.

O produtor, é mineiro e a produção de queijo faz parte da sua tradição. Há anos vem estudando e se qualificando na produção de queijo. Hoje é pioneiro na produção de queijo em Rondônia com sabor marcante e de qualidade. “Eu venho estudando produção de queijo há muitos anos, nada acontece de um dia para o outro. Tem que estudar, se qualificar, correr atrás”, informou.

A queijaria do produtor, localiza-se as margens do rio Quatro Cachoeiras entre os municípios de Ariquemes e Cacaulândia, por isso, batizou sua marca com este nome. A queijaria industrializa cerca de 400 litros de leite por dia. Grande parte do leite são de vacas girolando e de vacas gir leiteiro, que produz um leite mais saboroso, cheiroso, com teor de gordura mais alto, de 4.6.

O queijeiro destacou que produz o queijo Colônia há cinco anos e que toda a produção artesanal tem o envolvimento da família, além dos incentivadores como o Governo do Estado. “Tudo que a gente produz nós fazemos juntos. Nossa queijaria é artesanal, nós mesmos que ajudamos a fazer e comercializar”, disse.

Para o secretário Evandro Padovani, esse concurso é motivo de muita alegria, pois mostra o potencial que Rondônia tem na produção de leite e queijo de sabor e qualidade. Em 2019, a Seagri iniciou um projeto para criação do concurso estadual de queijo artesanal, mas infelizmente veio a pandemia e o projeto foi paralisado, mas deve ser retomado no próximo ano. “O Gilberto fez a inscrição do concurso, aceitou o desafio e, graças a Deus, deu tudo certo. Foi uma grande surpresa para nós, e como um bom mineiro, ele é muito dedicado em tudo que faz. Hoje ele é pioneiro e representa os mais de 30 mil produtores de leite e queijo de Rondônia”, relatou.

Padovani ainda ressaltou que é uma grande satisfação poder ajudar, e que nesse momento de crise, o leite é uma grande alternativa, seja para o pequeno, médio ou grande produtor. “Com esse resultado, abriu-se o caminho para a gente fortalecer a nossa produção de queijo artesanal no Estado, ainda mais agora com esse grande prêmio que o Gilberto conquistou. Parabenizo o Gilberto e toda a família que são tradicionais da agropecuária”, finalizou Padovani.

Fonte de proteínas, a ricota é preparada com o soro do queijo e possui menos gordura se comparada com os outros tipos.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER