Uma redução drástica na diferença entre os preços globais do leite em pó integral (WMP, na sigla em inglês) e do leite em pó desnatado 
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Uma redução drástica na diferença entre os preços globais do leite em pó integral (WMP, na sigla em inglês) e do leite em pó desnatado (SMP, na sigla em inglês) reflete a preferência contínua pelo desnatado premium da Nova Zelândia e pela compra de segurança alimentar que decorre da pandemia, afirma o Rabobank.

No último leilão global de lácteos, a diferença entre o leite integral sobre o desnatado caiu para US$ 90/t em comparação com uma média de US$ 600/t em dois anos.

“Em virtude da pandemia, os compradores, em particular a China , estão dispostos a manter mais estoques de leite em pó desnatado (SMP) para evitar quaisquer desafios comerciais ou de cadeia de abastecimento”, afirma o banco.

Os programas governamentais de compra de alimentos em todo o mundo também estão em jogo, já que o leite desnatado é uma fonte de proteína facilmente armazenada, acrescenta o Rabobank.

Aumento acumulado nos últimos 12 meses atingiu 39,72%, aponta a Embrapa

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER