Uma das histórias que serão destaque no Interleite Sul é a da Fazenda Weber. Nela, Ezequiel e sua mãe cuidam do gado de leite, enquanto o pai e o irmão se dedicam à atividade agrícola.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Ezequiel Weber

Uma das histórias que serão destaque no Interleite Sul é a da Fazenda Weber. Nela, Ezequiel e sua mãe cuidam do gado de leite, enquanto o pai e o irmão se dedicam à atividade agrícola. Ezequiel representará a propriedade palestrando no evento, que ocorrerá nos dias 13 e 14 de maio, em Chapecó, Santa Catarina.

“Contar a história do leite da Fazenda Weber é retomar mais de 50 anos de tradição. Tudo começou com meus bisavós e avós, que possuíam duas vacas, cujo leite era destinado ao consumo da casa e à fabricação de queijos. Passou-se a dar mais ênfase à atividade leiteira após meus pais assumirem a propriedade e, por volta de 1993, iniciou-se a comercialização e o aumento gradativo do rebanho. Atualmente, são 40 matrizes aptas à produção”, introduziu Ezequiel. O rebanho é composto por 85% de vacas holandesas e 15% da raça Jersey. Utiliza-se o Sistema Intensivo a Pasto com Suplementação (SIPS) e a produção é de 980 litros/dia (29 litros/vaca/dia).

Ezequiel é muito jovem (24 anos) e já assumiu a liderança na produção de leite. Ele contou que ainda na adolescência começou a participar de cursos e eventos relacionados ao setor. Formou-se em Tecnologia do Agronegócio na Universidade de Passo Fundo, mas permaneceu na propriedade durante a graduação, conciliando as duas responsabilidades, com apoio dos pais.

Grande defensor da pecuária 4.0, o proprietário implementou tecnologia na propriedade “do operacional ao gerencial”. Eles contam com sistema de monitoramento 24h dos animais por meio de colares, sistema de gerenciamento reprodutivo e GPS para elaboração do sistema de piqueteamento. Além disso, na gestão todos os dados são computados em planilhas desenvolvidas pela Cooperativa Cotrijal para análise de custo, lucro/prejuízo, produtividade, caixa da fazenda etc. “Passamos a dar atenção a dados que antes passavam despercebidos, a informações relevantes que dão suporte à alocação de recursos e a decisões de investimento”, disse.

No Interleite Sul, Ezequiel detalhará “Como a tecnologia contribuiu para o desenvolvimento da Fazenda Weber”, apresentando-se no Painel 6: Casos de Sucesso – Inspiração para o futuro do leite no sul do país. Segundo ele, “ser 4.0 em 2013 ou 2014 era um diferencial, pouquíssimo se falava e pouquíssimo se sabia à respeito. Hoje, em 2020, é impossível trabalhar sem”, declarou.

Quer saber mais sobre tecnologia e outros assuntos extremamente relevantes para a pecuária leiteira? Não deixe de participar do Interleite Sul 2020! As vendas do segundo lote já estão rolando, e você pode consultar valores e programação no site.

Ainda está na dúvida? Confira o recado de Ezequiel para você: “A primeira vez que fui ao Interleite Sul, em 2015, fiquei encantado com a qualidade e a relevância das informações apresentadas no evento. Recomendo a todos que desejam agregar conhecimento e crescer na atividade, tanto no âmbito pessoal, quanto nas questões operacionais.

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER