A Comissão Européia concordou em compensar os agricultores irlandeses pelo colapso dos preços da carne bovina e laticínios no caso de um Brexit sem acordo
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A Comissão Européia concordou em compensar os agricultores irlandeses pelo colapso dos preços da carne bovina e laticínios no caso de um Brexit sem acordo, disse a edição irlandesa do jornal Sunday Times, citando o governo irlandês e fontes da União Europeia.

Os agricultores precisariam de centenas de milhões de euros em ajuda de emergência para compensar o colapso do mercado e a perda de clientes britânicos, informou o jornal. O ministro da Agricultura, Michael Creed, disse no mês passado que Dublin buscaria a quantia para sua indústria agrícola e pesqueira.

Com estreitas relações comerciais com a Grã-Bretanha, especialmente em setores intensivos em mão-de-obra, como a agroalimentar, a economia liderada pelas exportações da Irlanda é considerada a mais vulnerável, dos 27 membros restantes da União Européia, a uma saída problemática de seu vizinho.

O Sunday Times disse que a compensação, semelhante às medidas tomadas quando a Rússia baniu a produção agrícola da UE, também pode se aplicar aos produtores de flores holandeses e belgas e aos produtores de laticínios e bacon dinamarqueses, que exportam pesadamente para a Grã-Bretanha.

As perspectivas dos fundamentos do mercado apertaram-se ainda mais do lado da oferta no último mês, com o pico de produção na NZ a permanecer mais fraco do que o esperado e a contínua pressão descendente sobre a produção de leite da UE.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER