A Assembleia dos 29 da cooperativa uruguaia de lácteos Conaprole resolveu na terça-feira passada conceder um aumento de 5% no preço dos sólidos, o que resultará numa melhoria de 4% no preço (base) de novembro a fevereiro.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A Assembleia dos 29 da cooperativa uruguaia de lácteos Conaprole resolveu na terça-feira passada conceder um aumento de 5% no preço dos sólidos, o que resultará numa melhoria de 4% no preço (base) de novembro a fevereiro. Além disso, haverá um prêmio máximo de qualidade de 1%, que agora passará para um máximo de 20% (antes era 19%). Em setembro, o preço médio da Conaprole era de 12,70 pesos (US$ 0,29). Embora os números sólidos exatos para novembro ainda não tenham sido feitos (eles serão conhecidos no início de dezembro), o preço por litro ficará em um eixo de 13,20 pesos (cerca de US$ 0,309 pela taxa de câmbio atual).

Este anúncio ocorre em um momento em que vários produtores de leite estão preocupados com o clima (seco) e os custos das rações aumentaram, assim como aumentaram a maioria dos grãos que são utilizados para complementar a dieta da produção a pasto.

Além do fato de que a cooperativa continuará analisando o preço que paga aos seus associados mês a mês, de certa forma os produtores de leite terão uma base dos preços dos próximos quatro meses de produção antes de entrar no próximo outono.

Inventados para aliviar o trabalho nas salas de cura, eles ajudam na metamorfose dos queijos suíços.”

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER