Uruguai exportou 19% mais lácteos nos primeiros oito meses do ano – eDairyNews Últimas notícias
Uruguai |24 septiembre, 2018

lácteos | Uruguai exportou 19% mais lácteos nos primeiros oito meses do ano

O volume embarcado e os melhores preços permitiram que as exportações de lácteos uruguaios crescessem 19% nos primeiros oito meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior

O volume embarcado e os melhores preços permitiram que as exportações de lácteos uruguaios crescessem 19% nos primeiros oito meses deste ano, em comparação com o mesmo período do ano anterior, conforme confirmado pelo Instituto Nacional do Leite (Inale). O total exportado pelo setor lácteo alcançou US$ 415,537 milhões.

exportação de leite em pó integral cresceu 44% com relação ao mesmo período do ano anterior, acumulando 82.387 toneladas em agosto passado, enquanto as vendas de leite em pó desnatadocaíram 8% e atingiram 7.842 toneladas. Em paralelo, as exportações de manteiga aumentaram 34% e foram de 7.567 toneladas e os embarques de queijos uruguaios diminuíram 9%, chegando a 18.950 toneladas, segundo dados da Inale.

O valor médio da tonelada de leite em pó integral exportado pelo Uruguai foi de US$ 3.150. Entre agosto de 2018 e o mesmo mês de 2017, o preço médio caiu 6%. A queda no valor médio do leite em pó desnatado (26%) foi muito mais pronunciada, permanecendo em US$ 2.176.

A manteiga apresentou um aumento de 13%, com um valor médio de US$ 5.388 por tonelada e nos queijos houve uma melhora de 6% nos preços, com um valor médio de US$ 4.408 por tonelada exportada pelo Uruguai. Em relação ao faturamento por item, no caso do leite em pó integral, subiu 35% e ficou em US$ 256.366 mil (FOB), mas caiu 32% no caso do leite em pó desnatado, posicionando-se em US$ 17.138.000.

Para a manteiga, o aumento no faturamento – por melhores valores – foi de 52% e chegou a US$ 40.854.000. Por sua vez, o volume de negócios caiu 3% na categoria queijo, permanecendo em US$ 80.231.000. Nesse sentido, as empresas continuam sentindo a ausência de alguns dos mercados tradicionais, como é o caso da Venezuela.

Comparação

Em agosto, os preços dos queijos exportados pela indústria uruguaia caíram 6% em relação a julho de 2018, situando-se a um preço médio de US$ 4.408 por tonelada. Por outro lado, os preços recebidos pela Oceania cresceram 2% e ficaram em US$ 3.775 por tonelada.

No caso do leite em pó integral, o preço médio da tonelada exportada pelo Uruguai em agosto ficou em US$ 3.150 em relação a julho. A Oceania também manteve um valor médio de US$ 3.000 por tonelada, enquanto no caso da União Europeia, outro forte produtor e exportador de lácteos, o valor caiu 2% e foi de US$ 3.263 por tonelada.

 

Aviso legal sobre propriedade intelectual em conteúdo digital

Todas as informações contidas nestas páginas que NÃO são de propriedade da eDairy News e NÃO são consideradas "de domínio público" pelos regulamentos legais são marcas registradas de seus respectivos proprietários e reconhecidas por nossa empresa como tal. A publicação no site eDairy News é feita com a finalidade de coletar informações, respeitando as normas contidas na Convenção de Berna para a Proteção das Obras Literárias e Artísticas; na Lei 11.723 e demais normas aplicáveis.

Qualquer reivindicação decorrente das informações contidas no site eDairyNews será submetida à jurisdição dos Tribunais Ordinários do Primeiro Distrito Judicial da Província de Córdoba, República Argentina, com sede na cidade de Córdoba, com exclusão de qualquer outra jurisdição, incluindo a Federal.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Notas relacionadas