O uso do cânhamo na ração animal ainda enfrenta algumas barreiras, mas nos Estados Unidos e Europa a planta já é utilizada.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Leite
Vacas podem produzir Leite com THC

Leite “alucinógeno”? Porém, não é bem assim. De acordo com uma pesquisa desenvolvida pelo Departamento de Segurança na Cadeia Alimentar do Instituto Federal Alemão de Avaliação de Risco, publicado na Revista Live Science, mostrou que a dieta à base de cânhamo – uma espécie de planta da cannabis – pode fazer com que vacas produzam um leite um tanto curioso.

Isso se deve aos animais que começaram a comer menos após a ingestão do cânhamo. Algo que ocasionou a diminuição da produção de leite. O detalhe que chamou a atenção dos pesquisadores é que foi identificado níveis de Delta 9 – tetrahidrocanabinol, principal composto da cannabis.

O uso do cânhamo na ração animal ainda enfrenta algumas barreiras, mas nos Estados Unidos e Europa, devido ao seu baixo custo e valor nutricional, a planta já é utilização na nutrição de animais.

Essa pesquisa foi conduzida analisando 10 vacas leiteiras lactantes com uma ração especial à base de cânhamo. A ração continha diferentes concentrações de canabinoides.

Durante o estudo, foi feito o experimento de trocar a ração à base de milho por ração de cânhamo na primeira semana. Foram utilizadas plantas inteiras com baixas doses de canabinoides.

Na semana seguinte, os animais foram alimentados com uma ração de cânhamo com alto teor de canabinoides feita de flores, folhas e sementes das plantas.

Outra informação relevante da pesquisa foi que poucas horas depois de mudar para a alimentação com flores, a respiração e os batimentos cardíacos dos bovinos caíram muito. Na publicação, os pesquisadores notaram que são sintomas raros em vacas que ocorrem apenas no curso de doenças graves ou induzidos farmacologicamente.

Os pesquisadores também perceberam que as vacas babavam e bocejavam, produziam mais secreções nasais do que o normal, olhos vermelhos, língua solta e reações anormais quando ficavam paradas ou andavam. O interesse pela comida diminuiu assim como a produção de leite.

Uma explicação é que a ração de flores continha mais gordura do que a ração de planta inteira, podendo afetar o apetite das vacas.

Os pesquisadores defenderam a ideia de que o THC foi o principal responsável pela mudança do comportamento das vacas, mas não descarta a influência de outras substâncias presentes no cânhamo.

A pesquisa concluiu que o THC, CBD e outros canabinoides foram detectados no leite de vaca ao final do teste com a planta inteira e durante o teste de alimentação com flores.

Após 8 dias, as substâncias ainda permaneciam no leite. Os cientistas afirmaram que a quantidade de THC detectada durante o teste de alimentação com flores pode sim ter efeito na saúde humana.

Importante deixar claro que não foi constatada nenhuma evidência de que o leite seria capaz de provocar alucinações.

É praticamente impossível tirar certos aperitivos do gosto do brasileiro. Sabendo disso, uma pesquisa decidiu apurar um dos nossos xodós do cardápio nacional e elegeu o melhor requeijão que hoje é vendido no Brasil.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER