Produtores de leite da região de Machadinho do Oeste realizam protestos contra laticínios desde a manhã de segunda-feira (12) em razão da redução de 60 centavos no valor do litro do leite.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Vídeo: Em protesto contra laticínios, PM usa spray de pimenta para dispersar produtores de leite

Produtores de leite da região de Machadinho do Oeste realizam protestos contra laticínios desde a manhã de segunda-feira (12) em razão da redução de 60 centavos no valor do litro do leite. A PM foi acionada e usou spray de pimenta para dispensar os manifestantes que bloquearam a estrada de acesso aos tanques da região.

De acordo com informações dos manifestantes, na região há aproximadamente 8 mil produtores que vendiam o litro do leite por R$ 1,80 e agora os laticínios sem aviso prévio reduziram o valor para R$ 1,20, causando grandes prejuízos aos produtores.

Por conta disso, os produtores decidiram se reunir e bloquearam as estradas para que os caminhões coletores não chegassem aos reservatórios. Em contato com os donos de laticínios, eles alegaram que devido à pandemia as vendas caíram e não há como segurar o mesmo valor de antes.

Durante a manifestação, a PM foi acionada para desbloquear a estrada de acesso aos tanques, mas houve resistência e os produtores se recusaram a liberar a via.

Para dispersar os produtores, a Polícia usou spray de pimenta.

Campanha consumo de leite – A Campanha da 1ª Semana do Leite, prevista para ocorrer na primeira quinzena de novembro, foi o tema central da 18ª Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), realizada nesta sexta-feira (17).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER