"> Argentina – A produção de leite caiu pelo terceiro ano consecutivo - eDairyNews-BR
Um boletim da Universidade Nacional de Avellaneda (UNDAV) detalhou números contundentes da queda de um setor chave da economia do país.
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Um boletim da Universidade Nacional de Avellaneda (UNDAV) detalhou números contundentes da queda de um setor chave da economia do país.

Desde 2015, as vendas no mercado interno caíram 10%, os preços subiram 170% e o emprego no setor ficou reduzido em 4,1%.

A produção de leite caiu 12,7% nos últimos três anos, e no ano passado a quantidade de fazendas produtoras de leite que abandonaram a atividade foram 775, em decorrência da crise das economias regionais, segundo o boletim da UNDAV. A pesquisa do Observatório de Políticas Públicas da UNDAV destacou que desde 2015 as vendas para o mercado interno da indústria de laticínios caíram 10%, e a quantidade de fazendas foi reduzida em 8,1%.

No que se refere à produção, o setor registrou redução de 12,7% nos últimos três anos e a quantidade de fazendas produtoras de leite, só em 2018, caiu 5,3%, passando de 11.666, em 2017, para 10.722 em 2018.

O estudo destaque que a comercialização de leite fluido para o mercado interno teve caiu 10%, com reduções regulares. Em 2015 foram comercializados 1.312 milhões de litros de leite, e em 2018, foi 1.186 milhões.

Segundo o boletim, as vendas internas de leite em pó caíram 8,4%, as de leites aromatizados 6,4%; as de sobremesas lácteas 6,2%; as de iogurtes 5,5%; de creme de leite 4,2%; e a queda média durante 2018 foi de 1,7%. A queda produtiva destruiu 4,1% dos empregos do setor lácteos nos últimos três anos, o equivalente a 4.100 postos de trabalho.

O estudo da UNDAV agrega ainda, que os preços dos produtos lácteos subiram, nos últimos três anos, 170%, segundo o índice ao consumidor da Cidade de Buenos Aires, e em 2018, o aumento foi de 73,1% para o iogurte; 51,6% para a manteiga; e 49,6% para o leite em pó.

É a primeira vez na história que uma carga de leite brasileiro é exportado para a China. Cooperativa gaúcha é a responsável pelo feito.

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

newsletter

ASSINE NOSSO NEWSLETTER