Segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), as importações de lácteos diminuíram em julho na comparação mês a mês. 
Share on twitter
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

 

O volume reduziu 9,2% e os gastos 2,8% frente a junho último.

O principal produto adquirido no período foi o leite em pó, que teve queda de 13,8% no volume em relação ao mês anterior.

Os principais fornecedores, em volume, seguem sendo a Argentina e o Uruguai, na sequência de importância.

O menor volume de lácteos internacionalizado ocorreu em um momento de menor oferta de matéria-prima nos países vizinhos nesta temporada.

De acordo com os últimos dados disponíveis, na Argentina, de janeiro a maio, a produção reduziu 6,3% em 2019 na comparação anual. No Uruguai a queda de janeiro a junho de 2019 frente a igual período de 2018 foi de 7,9%.

Apesar da queda na importação no mês, no acumulado dos sete primeiros meses de 2019 o volume comprado aumentou 10,1% na comparação anual.

Os preços da indústria caíram 0,85% em outubro frente a setembro, a terceira variação negativa do Índice de Preços ao Produtor (IPP).

Você pode estar interessado em

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Para comentar ou responder, você deve 

ou

Notas
Relacionadas

ASSINE NOSSO NEWSLETTER